01 dezembro 2007

Dia Internacional da Luta Contra a AIDS


Quando eu era pequeno, uma doença nova começou a assustar o mundo. As pessoas andavam em polvorosa, assustadas, intranquilas. só se falava na tal da "AIDS". Era estranho porque, até então, ninguém se preocupava com uma coisa que podia eliminar a humanidade. Até onde me lembro, a doença mais temida era o câncer. Foi quando descobriram que a "AIDS" não tinha cura.

A situação desesperadora pediu providências desesperadas, e as campanhas contra a doeça foram obrigadas a quebrar tabus e falar abertamente sobre coisas como "camisa de vênus", ou "camisinha" como é mais conhecido o preservativo masculino. Passou a se falar também sobre "seringas descartáveis" na hora de injetar alguma coisa na veia. Isso ainda em tempos de censura...

Não sei se aquela situação de desespero funcionou como freio para as pessoas que, até então, não se cuidavam. Talvez sim, ou então, talvez hoje a humanidade estivesse apocalipticamente extinta, ou perto disso.

Infelizmente o tempo foi passando, a cura da AIDS não foi descoberta como se esperava e todos acabaram se acostumando com essa nova doença... e hoje, a camisinha não é mais do que um detalhe novamente... pelo menos é isso que parece pensar a maioria dos jovens. Tanto é que não é nada raro encontrar meninas grávidas por descuido.

Atualmente, uma campanha está sendo exibida na televisão, mostrando adolescentes saindo de casa e os pais falando para não esquecer da camisinha. Particularmente eu acho esse tipo de campanha um grande erro. Não pelo incentivo ao sexo, pois de forma alguma sou contra, mas pelo fato de não causarem nenhum impacto nas pessoas. A campanha não chama a atenção sobre a AIDS e sim sobre o fato de se ter pais avançados. Um exemplo disso é o material que mostra o pai dizendo ao filho que ele não sabe se o namorado vai levar camisinha. Quem não presta muita atenção no vídeo, prende-se ao fato de ver um pai agindo naturalmente na situação homossexual do filho. Parece muito mais uma campanha contra preconceito...

Precisamos acordar as pessoas e relembrar a todos que AIDS MATA!!! E não me venham com essa história de que ela não mata, que o que mata são as doenças que a pessoa tem quando está com AIDS... é o mesmo que dizer que um revólver assassina pessoas...

USEM A PORRA DA CAMISINHA!!!!!!!

-------------
MÚSICA DO DIA

One - U2

Ao contrário do que muitos pensam, essa não é uma canção de amor. Ela fala sobre AIDS.

Um comentário:

Amon disse...

Bem, se fala da AIDS acaba sendo uma musica de amor, de uma forma ou de outra...